Kleber Lucas, Baruk e Pamela, dentre outros, manifestam apoio a Daniela Araújo: “Quem ama não expõe”
10/08/2017 - 13h59 em Música

A polêmica envolvendo Daniela Araújo levou alguns artistas gospel a se manifestarem de forma compreensiva sobre a dependência das drogas e expressando apoio à jovem cantora, que está reclusa das redes sociais.

Nomes como Kleber Lucas, Paulo César Baruk e Pamela usaram as redes sociais para repudiar os tons mais exaltados nas críticas à cantora e lembrar que a mensagem do Evangelho é de perdão e redenção.

Pamela, que anos atrás foi envolta em polêmica parecida pelo consumo de álcool, lamentou a forma como a comunidade evangélica se comporta diante da queda de um irmão.

“Quando um artista do mundo é pego usando drogas as pessoas que admiram esse artista apoiam o mesmo, mandam palavras positivas de força e animo. No meio ‘gospel’, os cristãos quando veem uma pessoa cair vão lá e condenam, criticam e ajudam a pessoa a se afundar mais ainda. Que coisa triste, a que ponto chegamos”, pontuou.

A cantora perguntou onde está “a Igreja que prega o amor” e lembrou da mensagem comum aos evangelistas: “‘Venha como estás!?’ Não tô aqui pra defender ninguém porque a verdade só Deus sabe! E cada um sabe o pecado que tem! Tudo que a gente faz a gente presta conta um dia, mas cadê o amor?”, insistiu.

“Pessoas precisam de cura, de amor! O evangelho cura, liberta e salva! Jesus veio para TODOS! Ele deu a vida por todos nós! Eu tô cansada de tanto egoísmo, as pessoas precisam se amar mais e estender a mão pra quem precisa de ajuda”, desabafou Pamela.

Paulo César Baruk, que mantém uma relação de proximidade com Daniela Araújo, usou as redes sociais para lembrar da passagem de João 8, em que Jesus perdoa a mulher adúltera.

“O assunto do dia é outro, o pecado diferente, os acusadores carregam outras armas mas, o Perdoador ainda é o mesmo. Em Jesus e, apenas por causa dEle, é possível recomeçar. Que ninguém se apresse em condenar aqueles a quem Deus escolhe perdoar”, ponderou.

Baruk foi além: “Antes que alguém deduza que o meu intento é defender a caminhada musical/profissional de uma amiga de longa data, quero lembrá-los que, além dos rótulos que a gente recebe, imprime e impõe, existe sempre um alguém a quem Deus ama e a quem quer bem, mesmo que você não queira!”, salientou.

Kleber Lucas – que também vem sendo alvo de diversas críticas nas redes sociais por sua abordagem heterodoxa da pregação do Evangelho – publicou uma foto ao lado da esposa e de Daniela Araújo, pedindo “mais amor, por favor”.

Estevam Hernandes, fundador da Igreja Renascer em Cristo – que mantém há décadas um programa de combate às drogas, chamado “Sou Careta” – repudiou a iniciativa do ex-namorado da cantora: “Quem ama não expõe, quem ama socorre. #DanielaAraújo Estamos orando por você! Vamos orar e amparar e cuidar. Fora disso não há Evangelho. I Pedro 4:8 ‘O amor encobre a multidão dos pecados’”.

O pastor Otoni de Paula, vereador no Rio de Janeiro, também usou as redes sociais para enviar uma mensagem de apoio e exortação a Daniela Aráujo: “Eu acredito que a gente só se levanta quando descobre que está no chão. Espero que você tenha percebido isso – você está no chão minha irmã!”, escreveu.

“Daniela, você é vítima. Vítima das suas escolhas, vítima da falta de confissão, vítima da mentira que sua vida se transformou, vítima de uma dependência que enlouquece e escraviza a milhões de dependentes químicos, muitos dentro da igreja”, acrescentou.

Posteriormente, ele divulgou o vídeo de um discurso na Câmara dos Vereadores, abordando a situação da cantora e lembrando que a dependência é uma mazela que exige ação do poder público para que pessoas sem condição de financiar tratamento, recebam ajuda do governo.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE